fbpx
PUBLICIDADE

Especialista do IMB faz vídeo rebatendo o professor da série ‘La Casa de Papel’

Na série, que é a produção de língua não-inglesa mais assistida da Netflix e faz sucesso no Brasil, é retratado um assalto à Casa da Moeda da Espanha onde a gangue ambiciona imprimir centenas de milhões de euros
Yago Martins (à esquerda) e o personagem Sergio Marquina, mais conhecido como "Professor" (interpretado pelo ator Álvaro Morte) (Foto: Reprodução/YouTube)
Yago Martins (à esquerda) e o personagem Sergio Marquina, mais conhecido como “Professor” (interpretado pelo ator Álvaro Morte) (Foto: Reprodução/YouTube)
PUBLICIDADE

O teólogo e youtuber Yago Martins, especialista do Instituto Mises Brasil, divulgou em seu canal “Dois Dedos de Teologia” (214 mil inscritos) um vídeo sobre a série “La Casa de Papel”, em exibição na Netflix. Ele aproveitou o tema para rebater o argumento do protagonista da série, conhecido como “Professor”, que assalta a Casa da Moeda da Espanha, imprime centenas de milhões de euros e afirma que não está roubando ninguém.

PUBLICIDADE

Pós-graduado em Escola Austríaca pelo IMB, Martins introduz conceitos econômicos e tenta desfazer confusões que a produção pode ter gerado em quem assistiu. “O professor está te enganando. E eu não estou falando de violência, estupro e cárcere privado: atos criminosos que eles [os criminosos] cometem quando tentam imprimir o seu dinheiro. Estou dizendo que a ideia de que eles não estão roubando ninguém e imprimindo o próprio dinheiro é uma mentira”, disse. [1]

PUBLICIDADE

“O que o professor está fazendo é roubando todo mundo. O professor está roubando quase toda a Europa. Ele está roubando quase todas as pessoas que no seriado torciam por ele. E está roubando principalmente os mais pobres. E para entender isso, você precisa entender a Teoria Quantitativa da Moeda”, sugeriu o youtuber.

Confira:

 

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama