fbpx
PUBLICIDADE

Mercado brasileiro de criptomoedas dá mais um passo rumo ao profissionalismo

Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain, apoiada por empresas do setor, terá como primeiro presidente ex-executivo do Cade; em 2017, mercado movimentou R$ 8 bilhões segundo a ABCB
Foto: Fotolia
Foto: Fotolia

Se antes muitos desconfiavam que era mera especulação, as criptomoedas estão, mês a mês, se estabelecendo como uma opção de reserva de valor, negociação e investimento em paralelo ao real. Prova disso é a recente criação da Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain (ABCB). [1]

A entidade, recém criada, será presidida pelo economista Fernando Furlan, que já foi presidente do Cade e secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. De acordo com a organização, em 2017, apenas negociações com bitcoin movimentaram mais de R$ 8 bilhões.

 

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Siga o Boletim

Leia também

Coluna Panorama

Coluna de notas do mundo político, econômico e cultural, exclusiva para assinantes do Boletim da Liberdade e atualizada todas as segundas-feiras pela manhã