fbpx
PUBLICIDADE


Mercado brasileiro de criptomoedas dá mais um passo rumo ao profissionalismo

Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain, apoiada por empresas do setor, terá como primeiro presidente ex-executivo do Cade; em 2017, mercado movimentou R$ 8 bilhões segundo a ABCB

- Publicado no dia
Foto: Fotolia

Se antes muitos desconfiavam que era mera especulação, as criptomoedas estão, mês a mês, se estabelecendo como uma opção de reserva de valor, negociação e investimento em paralelo ao real. Prova disso é a recente criação da Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain (ABCB). [1]

A entidade, recém criada, será presidida pelo economista Fernando Furlan, que já foi presidente do Cade e secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. De acordo com a organização, em 2017, apenas negociações com bitcoin movimentaram mais de R$ 8 bilhões.


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


 


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.