PUBLICIDADE


MST ameaça ocupar ‘todas as terras e prédios públicos’ e pede ‘abril vermelho’

Ameaças foram relatadas pelo jornal ‘Folha de S. Paulo’; segundo a publicação, houve também ataques à Rede Globo, com pedidos para que a emissora e o jornal sejam ocupados e incendiados

- Publicado no dia
Manifestantes do MST em ato à favor de Lula durante julgamento do habeas corpus (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)

O Movimento Sem Terra fez graves ameaças nesta quarta-feira (4) em ato em Brasília, no Distrito Federal, em defesa do habeas corpus do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, condenado por corrupção. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, um dos dirigentes chegou a ameaça “ocupar todos os prédios públicos” e “todas as terras” com “porrada, guerra e luta”.

Segundo a publicação, o líder do movimento também defendeu que haja um “abril vermelho” e atacou a Rede Globo, dizendo que era preciso “ocupar e tocar fogo neste jornal e nesta emissora”. Entre os presentes, como informou a Folha, estava a presidente nacional do PT, senadora Gleise Hoffmann. [1]


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.