fbpx
PUBLICIDADE


MST ameaça ocupar ‘todas as terras e prédios públicos’ e pede ‘abril vermelho’

Ameaças foram relatadas pelo jornal ‘Folha de S. Paulo’; segundo a publicação, houve também ataques à Rede Globo, com pedidos para que a emissora e o jornal sejam ocupados e incendiados

- Publicado no dia
Manifestantes do MST em ato à favor de Lula durante julgamento do habeas corpus (Foto: Marlene Bergamo/Folhapress)

O Movimento Sem Terra fez graves ameaças nesta quarta-feira (4) em ato em Brasília, no Distrito Federal, em defesa do habeas corpus do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, condenado por corrupção. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, um dos dirigentes chegou a ameaça “ocupar todos os prédios públicos” e “todas as terras” com “porrada, guerra e luta”.

Segundo a publicação, o líder do movimento também defendeu que haja um “abril vermelho” e atacou a Rede Globo, dizendo que era preciso “ocupar e tocar fogo neste jornal e nesta emissora”. Entre os presentes, como informou a Folha, estava a presidente nacional do PT, senadora Gleise Hoffmann. [1]


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.