fbpx
PUBLICIDADE


SP: Ao lado de Kim, Holiday protocola projeto anti-corrupção trazido dos EUA

Seguro anti-corrupção é uma adaptação dos “Performances Bond” e pretende obrigar que o Poder Público contrate, junto com toda obra pública, um seguro para irregularidades

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/Facebook

O vereador Fernando Holiday (DEM/SP), primeiro político ligado ao Movimento Brasil Livre em São Paulo, protocolou nesta segunda-feira (12) um projeto que visa coibir ainda mais práticas irregulares em obras públicas na cidade. Ao lado de Kim Kataguiri, coordenador nacional do MBL, o parlamentar gravou um vídeo explicando a iniciativa.

Segundo os dois, o objetivo é que as obras da cidade tenham um “seguro anti-corrupção”. Na prática, funcionaria da seguinte forma: toda obra pública que a Prefeitura viesse a fazer, teria que contratar também um seguro que cobrisse gastos provenientes de atrasos ou problemas na obra.


PUBLICIDADE



No vídeo divulgado nas redes sociais, Kataguiri explica que a lógica da iniciativa é criar o que chamou de “uma terceira figura além do Poder Público e da empreiteira que realiza a obra” e estimulou que os brasileiros convocassem políticos de todo o país para propor a mesma medida nos âmbitos municipais.

“O PL nada é mais é do que trazer a lógica da vida real, da iniciativa privada, para dentro do setor público. Onde muitas vezes os governantes agem como se houvesse dinheiro infinito”, explica também o vereador Fernando Holiday.

Kataguiri frisou, ainda,  que nos Estados Unidos a medida é conhecida como Performance Bond e tem auxiliado para que o país tenha  “baixíssima corrupção em obras públicas” e que, no Brasil, a ideia foi trazida pelo jurista Modesto Carvalhosa. [1]

Kim Kataguiri é pré-candidato a deputado federal em São Paulo e deve contar com o apoio de Fernando Holiday.

+ “Se ele decidir concorrer, meu candidato em 2018 será o Kim Kataguiri”, diz Holiday, em entrevista ao Boletim

+ Kim Kataguiri concede entrevista exclusiva ao Boletim, fala sobre sua trajetória e sobre o livro baseado no MBL que lançará

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.



Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.