fbpx
PUBLICIDADE

Felipe Camozzato propõe cortar metade da verba dos vereadores em Porto Alegre

Vereador do Partido Novo planeja conseguir uma economia de R$ 3 milhões por ano, valor que poderia ser reinvestido em benefício da cidade
(Foto: Divulgação / Felipe Camozzato)

Os vereadores do NOVO vêm defendendo a plataforma austera do partido em seus próprios gabinetes, mas o representante gaúcho Felipe Camozzato, de Porto Alegre, resolveu ir além. Ele quer impor essa austeridade a toda a Câmara Municipal e apresentou, nesta segunda-feira (19), uma proposta de redução de 50% da verba de gabinete de todos os seus colegas. [1]

O valor atual é de R$ 19,3 mil e cairá para R$ 9,7 mil, caso a medida seja aprovada. O presidente Valter Nagelstein (PMDB), segundo o Zero Hora, se teria mostrado favorável à proposta, que só precisa ser aprovada pela Mesa Diretora da Câmara, sem passar pelo Plenário.

A ideia de Camozzato é conseguir uma redução de R$ 3 milhões anuais com essa medida. Isso permitiria que esse valor seguisse no Executivo “para ser investido em melhorias na cidade”.





Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama