PUBLICIDADE


TSE libera mais R$ 888 milhões do fundo partidário para campanha eleitoral

Medida autorizada pelo TSE em dezembro passado foi publicada neste começo de fevereiro; também está autorizado que candidatos financiem suas próprias campanhas

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Arquivo Google)

Quem acredita que o fundo partidário é desproporcional, sobretudo diante das dificuldades financeiras do país, ou mesmo quem defende que ele sequer deveria existir, teve uma má notícia vinda do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quarta (14). O tribunal autorizou o uso do fundo partidário para financiar campanhas eleitorais deste ano, viabilizando aos partidos mais R$ 888, 7 milhões para gastar. [1]

O valor se soma ao R$ 1,716 bilhão do fundo eleitoral, que havia sido criado para compensar a proibição das doações empresariais, medida que também foi bastante discutida entre os liberais. As legendas terão um total de aproximadamente R$ 2,5 bilhões para trabalhar suas campanhas eleitorais em 2018. A resolução que autoriza esse acréscimo foi aprovada pelo TSE em 18 de dezembro passado, mas foi publicada apenas no início deste mês. A norma permite ainda que candidatos financiem suas próprias campanhas integralmente.


PUBLICIDADE


Porém, os gastos de campanhas serão limitados de acordo com os cargos em disputa. Para a presidência da República, o valor máximo com gastos de campanha será de R$ 70 milhões. Nas eleições para o cargo de governador, os valores vão de R$ 2,8 milhões a R$ 21 milhões, conforme o número de eleitores. No Senado, ficam entre R$ 2,5 milhões e R$ 5,6 milhões, e para deputado federal, há um limite de R$ 2,5 milhões, sendo R$ 1 milhão para deputados estaduais ou distritais.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


 

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.