SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     TWITTER     YOUTUBE



Movimento Brasil Livre resume realizações do começo de 2018

O MBL relacionou quatro iniciativas que já realizou no primeiro mês do ano, entre ações contra políticos e manifestações contra Lula ou pelos aplicativos de transporte

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Facebook)

O Movimento Brasil Livre divulgou uma lista com quatro ações consideradas de peso que foram tomadas apenas neste início de 2018. O objetivo do movimento popular é demonstrar que segue em atividade e convidar os leitores a contribuírem. [1]

A primeira ação mencionada é a ação “contra declaração terrorista de Gleisi Hoffmann”. No último dia 17, foi noticiado que o MBL entraria com a medida, com base na Lei de Segurança Nacional, pela declaração “Para prender o Lula, vai ter que prender muita gente, mas, mais do que isso, vai ter que matar gente”. A ação tem assinatura de Kim Kataguiri. [2]

O segundo feito é a ação contra a posse como deputado de Nelson Nahim (PSD-RJ), suplente da coligação de Cristiane Brasil (PTB-RJ) caso ela assuma o Ministério do Trabalho. Nahim foi condenado a doze anos de prisão por estupro de vulnerável e preso duas vezes por envolvimento em exploração sexual de menores, segundo O Globo. [3]

O MBL finaliza ressaltando suas manifestações pela justiça e pela Lava Jato contra o ex-presidente Lula e em defesa do livre mercado e dos aplicativos de transporte.


PUBLICIDADE



Confira também:

► CHEGOU A HORA DE APRENDER SOBRE BITCOINS EM UM GUIA OBJETIVO: Um treinamento para iniciar no mercado de criptomoedas e ganhar dinheiro.

► CRIE UM NEGÓCIO ONLINE E COMPLEMENTE A SUA RENDA. Siga o passo a passo para em 30 dias começar a faturar sem sair de casa.

► VOCÊ SABIA QUE EXISTE TÉCNICA PARA GANHAR NA LOTERIA? Quem comprou, não se arrependeu. 10 dias de garantia ou o seu dinheiro de volta

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo