SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     YOUTUBE



Clássico sobre liberalismo brasileiro tem nova edição atualizada em pré-venda

Obra conta a trajetória intelectual e política do pensamento liberal no país desde a época colonial e aborda livros de autores recentes

- Publicado no dia
(Foto: Divulgação / LVM Editora)

O clássico do estudioso do pensamento brasileiro Antônio Paim, “História do Liberalismo Brasileiro”, lançado originalmente em 1998, terá uma edição atualizada e ampliada pela LVM Editora. O livro já está em pré-venda na Amazon, com lançamento previsto para 19 de fevereiro. [1]

A obra sintetiza as reflexões do autor sobre a história do pensamento liberal no Brasil, bem como aborda aspectos da tradição filosófica e política geral do país com que essa história se relaciona. A LVM apresenta o livro como uma “referência bibliográfica para professores e alunos de graduação e de pós-graduação das áreas de filosofia, história, ciências sociais, direito, relações internacionais e economia, dentre outras”.

O prefácio do livro é do editor Alex Catharino, o posfácio do deputado Marcel Van Hattem, o texto da quarta capa do professor Ricardo Vélez Rodriguez e o texto de orelha do jornalista Lucas Berlanza. A edição atualizada inclui acontecimentos até o mês de outubro de 2017 e, como consequência, analisa livros e trabalhos de autores recentes, como Rodrigo Constantino, o professor Ubiratan Jorge Iorio, Fabio Barbieri, Helio Beltrão, Rodrigo Saraiva Marinho, o próprio Alex Catharino, Bruno Garschagen e Lucas Berlanza.

Segundo Vélez Rodriguez, o livro é “o maior clássico publicado no Brasil sobre o tema”, estudando a história das ideias através da perspectiva da emergência de doutrinas políticas “como resposta aos problemas que os autores encontraram”, a análise crítica dos autores (levando em consideração “as fontes de que cada um se louvou”) e a relação deles com o governo representativo. O valor do exemplar na pré-venda é de R$ 52, 67.


PUBLICIDADE


Conteúdo diário sobre a liberdade. Um novo veículo para o Brasil.

Receba nosso conteúdo por Whatsapp: SAIBA COMO

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail




Leia também