SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     TWITTER     YOUTUBE



Marcia Tiburi não aceita dialogar com Kim Kataguiri em programa de rádio

Autora best-seller de um livro que se propõe a ensinar o diálogo com os divergentes, filósofa deixou o estúdio da Rádio Guaíba e ofendeu Kataguiri

- Publicado no dia
Foto: Divulgação

Uma das intelectuais mais populares dos críticos às ideias da liberdade, autora do best-seller Como conversar com um fascista? (Record), a filósofa Márcia Tiburi protagonizou uma cena no mínimo inusitada na última quarta-feira (24), em Porto Alegre.

Defensora de que o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) tratou-se de um golpe, Tiburi foi convidada a participar de um debate sobre o julgamento em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em uma rádio. Ao saber, no entanto, que seu debatedor seria Kim Kataguiri, coordenador nacional do Movimento Brasil Livre, a filósofa recusou-se em discutir e pôs-se em retirada dos estúdios


PUBLICIDADE



“Credo! Eu não vou sentar com este cara, Juremir. Gente, acabei de encontrar Kim Kataguiri. Estou fora, meu!”, afirmou a intelectual, surpresa e assustada, em seguida chamando Kim de “indecente”.

A cena, claro, foi repercutida nas redes. Irreverente, Kim – que brincou na hora ser apenas um “japonês indefeso” – comentou:

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail




Leia também