fbpx
PUBLICIDADE

Jornalista compara Churchill a Lula e Rodrigo Constantino protesta

Ancelmo Gois deu a entender que a prisão de Lula poderia não ser sua última "morte" política e foi criticado pelo presidente do conselho deliberativo do Instituto Liberal, Rodrigo Constantino
PUBLICIDADE

O jornalista Ancelmo Gois, autor de uma popular coluna do jornal O Globo, voltou a atacar nesta quarta-feira (24). Agora, ele comparou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado em primeira instância por corrupção e sob julgamento em segunda, ao ex-líder britânico Winston Churchill – uma das mais proeminentes lideranças do Ocidente de todo século 20.

PUBLICIDADE

Diz a coluna: “‘O destino de uma nação’, para tomar emprestado o título do filme sobre Winston Churchill (1874-1965), será, de alguma forma, afetado, hoje, em Porto Alegre. Aliás, o estadista inglês dizia que a política é quase tão excitante quanto a guerra e não menos perigosa. ‘Na guerra, a pessoa só pode ser morta uma vez, mas na política, diversas vezes'”.

Por fim, Gois conclui: “Lula pode ser ‘morto’ hoje – não pela primeira vez e, quem sabe, nem pela última.”

PUBLICIDADE

Presidente do conselho deliberativo do Instituto Liberal, organização que já foi alvo diversas vezes de comentários do jornalista, Rodrigo Constantino criticou a nota: “Mais um comunista forçando uma comparação entre Churchill e Lula, e ainda torcendo para que essa não seja sua última ‘morte’ política. São os ‘jornalistas’ de nossa imprensa”.

+ Colunista de ‘O Globo’ sugere que IL é incoerente por ‘elogios’ a Jair Bolsonaro

+ Jornalista famoso tenta deslegitimar presença de Kim em evento no Rio

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama