fbpx
PUBLICIDADE


Fabio Ostermann anuncia destino partidário do Livres gaúcho

Assim como Rodrigo Saraiva Marinho e o Livres cearense, o cientista política e as lideranças do Livres gaúcho decidiram migrar para o Partido Novo

- Publicado no dia
Livres-RS (Foto: Divulgação / Livres)

O professor e cientista político Fabio Ostermann, que dirige o Livres no Rio Grande do Sul, anunciou o novo rumo partidário da corrente no estado: tal como no Ceará, eles irão para o Partido Novo. A decisão é divulgada pouco mais de duas semanas depois da filiação do deputado Jair Bolsonaro ao PSL, levando à saída do Livres do partido.

“No cenário atual da política brasileira, o NOVO é o projeto que apresenta uma possibilidade real de renovação política baseada em valores e propostas liberais para a sociedade”, sustentou Ostermann. O cientista político, que foi candidato à prefeitura de Porto Alegre em 2016, será acompanhado na migração pelas principais lideranças do Livres no estado, entre elas o presidente municipal do PSL em Porto Alegre, Juan Savedra. “O projeto do Livres e o do NOVO se complementam na busca da renovação política e na ampliação do alcance das ideias liberais”, disse Savedra.


PUBLICIDADE



Ambos, Ostermann e Savedra, participarão do processo seletivo do NOVO que selecionará os candidatos para as próximas eleições. O presidente estadual do NOVO, o advogado Carlos Molinari, declarou que a chegada dos integrantes do Livres “reforça o compromisso do partido com a renovação da política brasileira e fortalecerá o trabalho que o NOVO já realiza país afora”. Em fevereiro (ainda sem data definida), a filiação das lideranças do Livres gaúcho ao NOVO será oficializada em um evento.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


 

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.