PUBLICIDADE


Grupo burla proibição de consumo de álcool construindo uma ‘ilha’

Em Coromandel, na Nova Zelândia, alguns amigos decidiram desafiar uma proibição durante as celebrações de réveillon; veja o que eles fizeram

- Publicado no dia
(Foto: David Saunders / Facebook)

O fato inusitado aconteceu na Nova Zelândia, na Península de Coromandel. O consumo de álcool em locais públicos durante as celebrações do réveillon foi proibido. Por isso, um grupo de amigos tomou a criativa decisão de burlar a regra criando sua própria ilha, em um divertido ato de rebelião contra a determinação estatal.

Segundo informações replicadas pela BBC Brasil, eles ergueram uma estrutura de areia no estuário de Tairua no domingo à tarde, durante a maré baixa, e então a equiparam com uma mesa de piquenique e um refrigerador portátil. Os habitantes locais estariam fazendo piada com a situação, observando que eles conseguiram se localizar em “águas internacionais” e, portanto, estariam isentos da proibição. O grupo passou a noite da virada comemorando na “ilha” – claro, bebendo. [1]


PUBLICIDADE



Embora a violação da medida seja punida com prisão ou multa de US$ 180, as autoridades locais parecem ter interpretado a atitude do grupo com humor. O comandante da polícia local, o inspetor John Kelly, teria dito, por exemplo, que “Isso é que é pensar de forma criativa. Se eu soubesse, provavelmente teria participado também”.

Confira também:

► CHEGOU A HORA DE APRENDER SOBRE BITCOINS EM UM GUIA OBJETIVO: Um treinamento para iniciar no mercado de criptomoedas e ganhar dinheiro.

► CRIE UM NEGÓCIO ONLINE E COMPLEMENTE A SUA RENDA. Siga o passo a passo para em 30 dias começar a faturar sem sair de casa.

► VOCÊ SABIA QUE EXISTE TÉCNICA PARA GANHAR NA LOTERIA? Quem comprou, não se arrependeu. 10 dias de garantia ou o seu dinheiro de volta

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.