fbpx
PUBLICIDADE


Agora no PSL/Livres, Elena Landau assumirá cargo na Fundação Indigo

Economista anunciou que aceitou o convite do partido em entrevista ao jornal ‘O Globo’ e elogiou a legenda por ser ‘liberal nos costumes e ‘democrático nos debates’; PSL celebrou a vinda da ‘rainha das privatizações’

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/Facebook

Após anunciar no início do mês sua saída do PSDB, a economista Elena Landau anunciou nesta quinta-feira (7) em entrevista ao jornal O Globo que aceitou um convite para ingressar no PSL/Livres e participar da Fundação Indigo. No novo partido, Landau assumirá a presidência do recém-criado conselho acadêmico da fundação, que tem atualmente como diretor executivo o professor Diogo Costa.

Celebrada pelo PSL/Livres nas redes sociais como “a rainha das privatizações”, Landau ganhou notoriedade nos anos 1990 por colaborar com o Programa Nacional de Desestatização, defendendo a venda de empresas como a Petrobrás e a Eletrobrás. “Com um discurso desse, nem precisamos explicar porque a convidamos para presidir o Conselho Acadêmico da Fundação Indigo”, diz o post na página do Facebook do partido.


PUBLICIDADE



Em entrevista ao O Globo, Landau afirmou ainda que não quer se candidatar em 2018 e que vai votar em Geraldo Alckmin à presidência da república, bem como estará à disposição dele caso queira ajuda. Quanto ao novo partido, elogiou-o por ser “liberal nos costumes, na liberdade de expressão e ser mais democrático nos debates” e disse estar entusiasmada com a nova legenda. Apesar disso, questionada sobre a existência de uma “onda liberal” no país, ela disse não acreditar que há.

“O que há é uma reação muito grande a um estado que faliu em todos os seus aspectos: financeiro, atendimento ao cidadão e segurança”, comentou.

Elena Landau é o segundo nome de peso alinhado a valores liberais que deixa o PSDB em menos de 3 meses. No final de setembro, Gustavo Franco – um dos idealizadores do Plano Real e ex-presidente do Banco Central – também deixou a legenda para assumir o posto de presidente da Fundação Novo.

+ Guinada à esquerda do PSDB gera mal estar, críticas e desfiliação de liberais

+ Capital político será contabilizado em aplicativo para filiados do PSL/Livres, revela Diogo Costa, da Fundação Indigo

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.