fbpx
PUBLICIDADE

Marcel Van Hattem divulga nota do Ministério Público sobre caso Santander

Procuradores do Ministério Público gaúcho receberam várias representações contra a exposição e consideram que conduta foi criminosa
(Foto: Reprodução / Revista Voto)

O deputado Marcel Van Hattem (PP-RS) divulgou uma posição do Ministério Público Gaúcho sobre o caso da exposição do Santander que acrescenta novos ingredientes à polêmica.  Os procuradores do Ministério consideram que a exibição da mostra, da maneira como foi feita, representou agressão e crime.

Segundo eles, não houve descuido, e sim “doutrinação amoral do público infanto-juvenil, e os pais que agora tomaram conhecimento disso podem procurar o Ministério Público para a adoção de providências, sobretudo se descobrirem que os filhos participaram de alguma dinâmica sensorial sugerida no evento, o que pode caracterizar crime contra a dignidade sexual”.

O procurador Alexandre Lipp também disse que “A erotização da criança é um facilitador da pedofilia” e que “apresentar ao público escolar condutas como zoofilia em um contexto de respeito à diversidade comunica a mensagem de que essas condutas devem ser aceitas”. O texto informa ainda que o Ministério Público já recebeu mais de 20 representações para apuração de delitos como vilipêndio a objeto de culto religioso e apologia de crimes.





Van Hattem foi além e notificou o ministério público, questionando o apoio do Estado à exposição. Para ele, o pedido de desculpas feito pelo banco Santander não é suficiente.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama