fbpx
PUBLICIDADE

Amoêdo renuncia presidência do NOVO de olho em possível candidatura em 2018

Principal liderança do NOVO deixa o partido com um ano de antecedência do início da campanha para estar apto a lançar-se pré-candidato em 2018, atendendo requisito do estatuto
João Amoedo, presidente do Novo (Foto: Reprodução / Portal Minas)
João Amoedo, presidente do Novo (Foto: Reprodução / Portal Minas)

João Dionísio Amoêdo anunciou nesta quarta-feira (05) em seu perfil no Facebook que renunciou a presidência nacional do NOVO para que tenha a possibilidade de, em 2018, apresentar uma pré-candidatura pelo partido. A renúncia se faz necessária pois, de acordo com o estatuto da legenda, para ser candidato é preciso estar desvinculado de cargos partidários há pelo menos um ano da campanha.

Com a movimentação, assume a presidência nacional do NOVO o executivo Ricardo Taboaço, que assim como Amoêdo é fundador do partido e, na iniciativa privada, teve passagem por bancos e é formado em engenharia.

A candidatura de João Amoêdo à presidência da república em 2018 passa, agora, a ser considerada como opção mais provável da legenda, de acordo com uma fonte do partido.









O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama