fbpx
PUBLICIDADE

Imil lança vídeo reforçando sua condição de OSCIP para receber doações

O Instituto Millenium convidou Eduardo Machado, presidente da Central 24 Horas, para comentar as vantagens relacionadas ao status de OSCIP

O Instituto Millenium é oficialmente uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) – mas o que isso efetivamente significa, para quem se interesse em contribuir com a instituição? O Imil resolveu lançar um vídeo explicando o tema.

O convidado para abordar o assunto foi o empresário Eduardo Machado, presidente da Central 24 Horas, que destacou as vantagens que pessoas jurídicas recebem ao doar para OSCIPs, a partir da Lei do Terceiro Setor. Ele recomendou a verificação do certificado de regularidade, que o Instituto Millenium publica.

Além das causas defendidas pelo Imil, “voltadas para o livre mercado”, que seriam o motivo principal para apoiar a instituição, há como obter uma espécie de retorno financeiro, pois, até o limite de 2 % do lucro operacional, é possível abater parcialmente a doação realizada.  “É muito importante essa doação porque as coisas não caem do céu. Esse trabalho que o Instituto Millenium faz é um trabalho hercúleo”, disse ele, dizendo que os empresários precisam se engajar nas causas liberais.

Confira o vídeo:

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Siga o Boletim

Leia também