fbpx
PUBLICIDADE

MBL lança vídeo institucional relembrando a trajetória do movimento

Filme é lançado em comemoração ao primeiro aniversário do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e, ao mesmo tempo, no momento em que as delações de João Santana e Monica Moura a atingem diretamente
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

O Movimento Brasil Livre divulgou ontem (12) um novo vídeo institucional onde faz um retrospecto de sua história desde a eleição de Dilma Rousseff. O filme também vem ao ar quando a imagem da ex-presidente é ainda mais afetada após delação premiada do casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura.

PUBLICIDADE

Na produção, o MBL relembra da coragem dos quatro jovens que iniciaram o movimento, cita a antiga oposição, com referência à Aécio Neves e FHC, exibe imagem do que seriam representantes de uma nova geração política – entre eles, João Doria Jr. (PSDB), Nelson Marchezan (PSDB) e Fernando Holiday (DEM) -, aborda o descrédito da velha imprensa e comemora a nova mídia com referência ao site O Antagonista, mantido de maneira independente e, mesmo assim, um dos mais acessados do Brasil. O movimento também diz “que o Brasil verde e amarelo venceu e tirou do poder a maior quadrilha política do mundo”

Leia também:  MBL não quer manifestações do dia 12/9 com ativistas de verde e amarelo

Confira:

PUBLICIDADE

“No dia 26 de outubro de 2014, Dilma Rousseff venceu as eleições presidenciais / num pleito marcado por fraudes e acusações. / No mesmo dia, um grupo de 4 jovens marcou uma manifestação no Facebook… / e dali em diante, a história tomou seu rumo. / A manifestação levou 5 mil pessoas às ruas e acordou o país para o golpe que vinha sofrendo. / A imprensa não deu créditos e líderes da oposição torceram o nariz. / Mas eles não desistiram. Mais manifestações vieram, as maiores da história do Brasil, / e os 4 jovens transformaram-se em milhões, espalhados em todo o país. / Depois de 2 anos de batalhas, / depois de 2 anos de marchas, / e acampamentos / o Brasil verde e amarelo venceu e tirou do poder a maior quadrilha política do mundo / Muitos diziam que isso ia parar por aí… / Mas as consequências do processo foram ainda maiores. / A Lava-Jato continuou e prende cada vez mais corruptos. / Novos líderes surgiram e revolucionam a administração pública brasileira. / Eles são atacados pela velha imprensa, mas isso não faz tanta diferença. / Pois as pessoas não confiam mais no velho jornalismo / E agora acompanham novas formas de comunicação / Graças a estes novos canais, temas que antes eram tabu passaram a ser debatidos. / E assim o congresso consegue passar reformas que ficaram paradas  por mais de 20 anos, / O que ajuda a diminuir os juros e dar fim à recessão que assola o país. / Analistas acreditam que com as reformas estruturantes, o Brasil pode entrar num novo ciclo de crescimento econômico. / Graças ao povo que foi às ruas, não somos mais o país de Lula e do PT, / Mas, sim, o país da maior operação anti-corrupção da história / capaz de colocar na cadeia seus maiores empresários… / …e possivelmente ex-presidentes da república. / Suas ações têm consequências. Nunca desista dos seus sonhos! / Compartilhe se você fez parte desta história!”

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?