fbpx
PUBLICIDADE

Bruno Garschagen foca sua atuação em 2017 em canal do YouTube

Analista político tem se dedicado a produções audiovisuais e já soma quase 10 mil inscritos na plataforma; apenas esse ano, foram publicados 36 diferentes vídeos com ampla variedade temática
Foto: Reprodução / YouTube
Foto: Reprodução / YouTube

O analista político Bruno Garschagen apostou no YouTube como plataforma de comunicação em 2017. Desde o início do ano, já foram publicados 36 vídeos em seu canal, todos eles com boa qualidade de imagem, áudio e até com vinheta animada, denotando profissionalismo no projeto.

Os temas tratados pelo autor do best-seller Pare de acreditar no governo, editado pela Record, variam de assuntos do momento, como a greve da Polícia Militar que ocorreu no Espírito Santo, à questões mais profundas, sobre definições de conservadorismo. Ele também fez vídeos com sugestões de leitura e sobre como estudar no exterior.

Até o fechamento desta matéria, os novos vídeos tinham, aproximadamente, entre 2 à 5 mil visualizações cada um e o canal cerca de 10,5 mil inscritos. Nas descrições dos vídeos, ele também dá opções para que seus admiradores possam auxiliar a financiar o trabalho por meio de links das plataformas Patreon, Apoia-se e Padrim, de financiamento coletivo.





Paralelamente ao canal, Bruno Garschagen continua no comando do tradicional podcast do Instituto Mises Brasil, que já teve 264 episódios.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama