fbpx
PUBLICIDADE

Associação Nacional dos Conservadores Brasileiros marca ato de fundação

Entidade surge após mobilização para criação de um partido político, o CONS; agora, organização pretende, entre outros objetivos, formar diretórios por todo o país
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Foi marcado para o próximo dia 29, sábado, em Brasília, o ato formal de fundação da Associação Nacional dos Conservadores Brasileiros. Também identificada com a sigla ACONS, a entidade afirma em seu site que “pretende representar e defender […] os anseios e o modo de vida dos conservadores do Brasil, bem como difundir no país o pensamento, doutrina e cultura conservadora”.

Dentre os 12 valores da nova associação, estão a “liberdade de mercado e de iniciativa”, “o direito à propriedade privada”, “o modo de vida ocidental” e a “formação de um conservadorismo genuinamente brasileiro que esteja firmado sobre as tradições de nosso povo”.

O grupo de brasileiros por trás da ACONS começou a se mobilizar em 2014 com o objetivo de formar um partido político – o CONS. No entanto, problemas financeiros fizeram o projeto ser adiado, até que chegou-se a conclusão de que poderia existir uma associação que não apenas apoiasse, no momento certo, a fundação do partido, como também poderia atuar em outras frentes.





Em seu site, a Associação Nacional dos Conservadores Brasileiros afirma já ter representantes em 23 estados da federação, à exceção de Roraima e Sergipe. Algumas das metas para 2017 da nova entidade são o registro da organização no cartório de Brasília, lançar um novo site e uma plataforma de educação à distância e inscrever mil membros contribuintes. Além disso, a ACONS almeja realizar ainda esse ano um congresso nacional de conservadores.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama