fbpx
PUBLICIDADE

PSL/Livres faz filme criticando discursos comuns na direita e na esquerda

Para transmitir a ideia de que "há verdades que precisam ser ditas", PSL critica quem veste camisa de Che Guevara, chama Lava Jato de perseguição e acha que maconha é caso de polícia
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Em franca renovação pela corrente “Livres”, o Partido Social Liberal lançou mais um filme para reafirmar sua identidade, reforçando a ideia de coerência.

PUBLICIDADE

Na produção, há críticas a quem “defende os direitos humanos”, mas “veste a camisa de Che Guevara”; a “quem repudia a corrupção”, mas “chama a Lava Jato de perseguição política” e a quem diz querer combater a violência e que “a vida é prioridade”, mas quer que a polícia perca tempo com uma planta.

Ao fim, a legenda deixa claro o seu posicionamento: “Há verdades que precisam ser ditas e um partido com coragem de dizê-las”.

PUBLICIDADE

Confira o filme abaixo:

Compartilhe essa notícia:
Leia também:  Fusão de dois partidos pode criar maior agremiação partidária do Brasil

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama