PSL/Livres do RJ revela objetivo eleitoral ousado para 2018

Em comunicado publicado no Facebook, o empresário Paulo Gontijo – presidente estadual da legenda – contou como tem sido o desafio de renovar o partido e revelou meta para as próximas eleições

- Publicado no dia
Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

Desde o início de 2017 em intenso processo de renovação, o PSL/Livres do Rio de Janeiro tem uma meta significativa para as eleições de 2018: eleger pelo menos um deputado federal e dois estaduais.

Essa é uma das informações escritas no “Diário da Renovação”, um texto publicado pelo presidente estadual da legenda, Paulo Gontijo, na fanpage do partido do Rio.

Gontijo compartilhou ainda o desafio de “fazer do PSL local um partido que dê orgulho” e que seja, efetivamente, liberal. Para a renovação, “a executiva serve ao partido e não se serve dele”, destaca o dirigente, e por isso não oferece dinheiro e não quer cargos.

Gontijo também disse que é “difícil calibrar a mão” na hora de definir o que é, concretamente, um partido liberal. “De que liberalismo estamos falando? Até onde vão nossas ideias? E principalmente, como ser liberal também nas nossas práticas?”, escreveu. E comemorou as conquistas até agora: entre elas, dez executivas municipais já alinhadas com a renovação da legenda, a formação de um “grupo jovem bastante ativo” e o desenvolvimento de um “ciclo de formação” composto por eventos rotineiros.

+ Diretora Executiva do Instituto Millenium vira vice-presidente do PSL/Livres no Rio

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também