‘Educação Sem Estado’ promove palestras com Pondé na Bahia e em Goiás

Encontros também farão parte do lançamento do primeiro livro editado pelo movimento, com o nome de “Educação é Libertar”; ONG visa ainda alertar à sociedade sobre o perigo do estado interferindo na educação

- Publicado no dia
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O filósofo Luiz Felipe Pondé, também colunista do jornal Folha de S. Paulo, participará de dois eventos promovidos pelo movimento “Educação Sem Estado” no mês de outubro.  Em Salvador, na Bahia, será no dia 21 e em Goiânia, em Goiás, no dia 26. Em ambos os casos, ao custo de R$ 35,00.

O objetivo dos encontros promover um debate sobre a educação por uma perspectiva liberal, bem como abordar desafios e propostas. Os eventos também servirão de lançamento para o primeiro livro editado pelo “Escola Sem Estado”, que tem como nome “Educação é Libertar”.

O projeto

O movimento “Educação Sem Estado” tem como missão “alertar a sociedade sobre os problemas que a educação controlada pelo Estado pode causar a longo prazo”. Outro ponto que o projeto advoga é pelo fim da “doutrinação involuntária de alunos”. Embora tenha pontos em comum com o “Escola Sem Partido”, de Miguel Nagib, o “Escola Sem Estado” preza pela não-intervenção na educação por meio de qualquer tipo de legislação.

“Nossa proposta […] passa pela valorização do professor em um mercado educacional que atenda às mais diversas demandas. Tornar realidade o respeito às escolhas educacionais dos indivíduos e o acesso de todas as crianças e adolescentes à uma educação de qualidade superior à que lhes é oferecida pelo Estado”, diz o site.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também