PSL e editor do Spotniks reagem a artigo de Gregório Duvivier na Folha de São Paulo

No texto publicado na coluna do humorista, ele comparou a visão econômica defendida pelo liberalismo às teses em defesa da manutenção do sistema escravista no século dezenove

- Publicado no dia
cartaabertaaduvivier
Fonte: PSL

Em artigo publicado em sua coluna na Folha de São Paulo no último dia 16, intitulado O Brasil vai ser um case de sucesso, o humorista Gregório Duvivier fez uma analogia entre as teses e argumentos liberais e a argumentação intelectual em defesa da manutenção do sistema de trabalho escravo no Brasil imperial. Naturalmente críticas ao raciocínio, algumas vozes liberais reagiram.

A página do Partido Social Liberal no Facebook publicou uma longa carta aberta dirigida ao colunista. No texto, assinado pela equipe do movimento LIVRES dentro do PSL, os autores pedem que Duvivier não seja leviano, afirmando que seu texto era uma crítica ao apoio liberal à flexibilização da CLT. O longo texto destaca a luta de liberais como Joaquim Nabuco pela libertação dos escravos no século XIX. “Nabuco queria a liberdade para todos, o progresso, a vinda das indústrias pro Brasil, a valorização do trabalho manual, e que os trabalhos mais pesados fossem feitos por máquinas.” Menciona também um trecho do economista inglês Adam Smith, ícone do liberalismo, em que ele defende que o trabalho escravo é caro e ineficiente para o sistema social.

A carta lembra ainda que a CLT foi inspirada na Carta Del Lavoro, do governo italiano fascista de Benito Mussolini, e ressalta que as atuais leis trabalhistas “não estão servindo de nada” aos brasileiros “em situação de maior vulnerabilidade social”. Segundo o texto, “A CLT está excluindo 1/3 dos trabalhadores do mercado formal de trabalho”. A saída, nas palavras do PSL, “não é pela esquerda, nem pela direita”, e a Economia, sem recurso a “teorias mirabolantes”, traria ganhos à sociedade, se implementada em parceria com as outras ciências. Confira na íntegra aqui.

 

Já o dono e editor do site Spotniks, Rodrigo da Silva, se manifestou em seu perfil pessoal. Ele foi bastante direto: chamou a coluna de Duvivier de “analogia de quinta”, salientando que só se manifestaria a respeito porque o humorista forma “uma horda de escravos do atraso”. Segundo Rodrigo, Gregório mantém, na formação de opinião política, o “ofício de fingidor” necessário à sua carreira como ator. “Ele não apenas finge que a luta abolicionista não era parte do ideal liberal. Finge também que entende o mínimo do assunto para opinar a respeito”, sentenciou.

 

 

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também