fbpx
PUBLICIDADE


Após divulgar reportagens sobre Moro, jornalista compartilha mensagem de Lula

Em seu perfil no Twitter, Glenn Greenwald – dono do blog ‘The Intercept’ – afirmou também que o material é ‘um dos maiores da história do jornalismo’ e contém ‘segredos explosivos’, entre eles áudios

- Publicado no dia
Glenn Greenwald é dono do site ‘The Intercept’ (Foto: Reprodução/YouTube)

Logo após a divulgação das reportagens com mensagens vazadas entre o então juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol neste domingo (9), o jornalista norte-americano Glenn Greenwald – dono do blog The Intercept, que divulgou os diálogos- compartilhou uma publicação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Twitter. [1]

No texto, a assessoria de comunicação do ex-presidente comenta a reportagem com uma frase em inglês: “The truth will prevail”, ou “a verdade prevalecerá”, em tradução livre.

Lula está preso em Curitiba desde abril de 2018 após ter sido condenado em segunda instância. Na primeira instância, ele foi condenado por corrupção por Moro e acusado pela Força-Tarefa da qual Dallagnol foi um dos integrantes.

Foto: Reprodução/Twitter

Ainda na noite deste domingo (9), Greenwald afirmou na mesma rede social que o arquivo apenas começou a ser divulgado.

Referindo-se ao material como “um dos maiores da história do jornalismo”, o norte-americano adiantou que o conteúdo “contém segredos explosivos em chats, áudios, vídeos, fotos e documentos sobre Deltan Dallagnol, Sérgio Moro e muitas facções poderosas”, alertando também que as reportagens apenas “acabaram de começar”. [2]

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.