Avanço conservador é tema da II Semana de História da UFRJ

Na programação, constam discussões que incluem o Escola Sem Partido, Fascismo, Intolerância Religiosa e ‘avanço do conservadorismo’; Boletim da Liberdade não conseguiu confirmar a participação de conservadores

- Publicado no dia
Foto: Divulgação

O crescimento da direita brasileira e, mais precisamente, do movimento conservador, será tema da II Semana de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O evento, organizado pelo centro acadêmico da faculdade de história, é composto por minicursos, palestras e apresentações feitas por graduandos.

O evento, que ocorre entre os dias 21 e 24 de de novembro no Centro do Rio de Janeiro, terá entre outras discussões, minicursos cujos títulos são “Gramsci e o Ensino de História” e “Facismo (sic): Coisa do Passado?”. Além disso, o evento terá como mesa de abertura uma enigmática palestra sobre “100 anos da Marcha Silenciosa – Vidas Negras Importam” e, como mesa de encerramento, uma discussão sobre “o avanço do conservadorismo e Escola Sem Partido”.

Conteúdo diário sobre a liberdade. Um novo veículo para o Brasil.

Boletim da Liberdade não conseguiu confirmar o nome dos palestrantes, bem como se será haverá espaço para o contraditório no evento, com a participação de historiadores e estudantes conservadores para debater o assunto. Para assistir ao evento como ouvinte, o que não inclui os minicursos, o acesso é gratuito. Para mais detalhes, clicar aqui.

Programação da Semana de História (Foto: Divulgação)
Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também