Senador petista dá risada de agressão de taxista contra diretor do Uber

Lindbergh Farias disse que a risada foi apenas para “mudar de assunto”; taxista havia agredido o diretor do Uber na sessão que votava projeto de regulamentação de aplicativos

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Último Segundo)

O senador petista Lindbergh Farias, conhecido pela sua atuação na época do movimento dos caras-pintadas contra o então presidente Fernando Collor, marcou sua trajetória parlamentar pelo combate a medidas liberais, que chama de “neoliberais”. Seu posicionamento contra os aplicativos de transporte urbano não é surpresa. Em vídeo divulgado no último dia 6, ele é visto dando risadas do gesto de um taxista que agrediu fisicamente o diretor de comunicação da Uber.

O vídeo foi gravado em um encontro com taxistas em São Cristóvão. João Marcelo de Freitas, agressor do diretor Fabio Sabba no último dia 31, na votação do projeto que regulamenta os aplicativos, se aproximou dele pedindo “desculpas” pelo acontecimento. Ao identificá-lo, Lindbergh riu e disse: “Foi você? Eu vi imagens”.

Ao veículo Poder 360, Lindbergh tentou amenizar o caso. “Não sou a favor de nenhum tipo de agressão. Minha reação foi mudar de assunto. Dei risada e tentei sair. Eu condeno qualquer tipo de violência”, disse. Confira o vídeo na íntegra:

 

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também