Projeto de documentário sobre vida de Ludwig von Mises pede doações

Projeto pretende contar todas as fases da vida do economista austríaco e está convocando voluntários a contribuir financeiramente

- Publicado no dia
Arte de divulgação do filme (Foto: Reprodução / Facebook)

Muitos liberais e libertários já publicaram nas redes sociais comentários como “meus heróis não morreram de overdose”, em referência a figuras como os economistas da Escola Austríaca. Não seria interessante, porém, que essas figuras fossem apresentadas ao grande público em um formato com mais apelo? Que tal, digamos, um filme? É o que parece estar em curso com relação ao ícone Ludwig von Mises, um dos principais nomes da corrente.

Um grupo de estrangeiros iniciou uma campanha de doações para tornar esse projeto realidade. Segundo eles, Mises foi “um dos mais importantes economistas” da História e um “defensor da liberdade” que “nunca parou de lutar por ela”. Ao mesmo tempo, Mises foi “refugiado, marido, amigo, uma pessoa normal do dia-a-dia”. A ideia é que o filme seja capaz de retratar todas essas facetas ao longo de 90 minutos de duração em uma versão cinematográfica e 120 minutos em uma versão estendida.


PUBLICIDADE


Os idealizadores querem filmar em Lviv, na Ucrânia, onde Mises nasceu; em Viena, onde cresceu; em Vaduz e nos Estados Unidos, onde passou a maior parte de sua vida. “Nós falaremos com especialistas que estão desenvolvendo as teorias de Mises e as pessoas que o conheceram”, comentam. “Adicionalmente, nós teremos cenas daquela época, enriquecendo o filme com animações e fotos aéreas” e, “finalmente, nós adicionaremos músicas compostas exclusivamente para este filme”.

A proposta é exibir o filme no Youtube em ao menos três idiomas, organizar uma premiere e mostrá-lo em pelo menos um cinema na Europa e outro nos EUA. Também está nos planos produzir mil cópias do filme e enviar para personalidades importantes, estimulando a que adotem as teses de Mises em seus ambientes de trabalho. Os gastos totais são estimados em 100 mil dólares e quem quiser contribuir pode ganhar recompensas que vão de ter o nome nos créditos até atuar no filme. Confira mais informações aqui (o site está em inglês).



Confira também:




Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também