Olavo de Carvalho rebate ataque de Caetano Veloso na Folha de S. Paulo

O filósofo foi “acusado” de “orquestrar” a viagem de Bolsonaro pelos Estados Unidos, que seria emblema de uma “nova direita intelectual e truculenta”

- Publicado no dia
Print da publicação de Olavo de Carvalho (Foto: Reprodução / Facebook)

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, um dos ícones da MPB, Caetano Veloso, fez um comentário no mínimo incômodo a respeito do filósofo Olavo de Carvalho. Como é do estilo do pensador, que hoje reside na Virgínia, Caetano não ficou sem uma resposta nas redes sociais.

Em “No momento, esperanças são menores do que preocupações, afirma Caetano”, na Folha de S. Paulo, o cantor e compositor afirmou, entre outras coisas, que é “Claro que há uma nova direita intelectual e truculenta: o passeio de Bolsonaro pelos EUA orquestrado por Olavo de Carvalho é caso emblemático”.

A declaração rendeu a seguinte réplica nas redes sociais do autor de “O Mínimo que você precisa saber para não ser um idiota”: “1) Não orquestrei bosta nenhuma. 2) Só houve truculência CONTRA o Bolsonaro. 3) ‘Acuse-os do que você faz, xingue-os do que você é.'”.

O enfrentamento entre Olavo de Carvalho e Caetano Veloso não é nova. Em artigo de 2013, por exemplo, o cantor já havia dito que a ideia de Olavo de “uma política (e não só uma economia) para os liberais” estaria “muito presa à ideia de que o comunismo é como o diabo incansavelmente tramando contra o bem”, ao passo que, na realidade, haveria “boas intenções nos liberais” e “boas intenções nos socialistas e comunistas”. Olavo retrucou dizendo, entre outros argumentos, que “se ele tentasse alardear as boas intenções liberais num jornal de Cuba ou da Coreia do Norte, entenderia o tamanho da asneira que proferiu”.



Confira também:




Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também