Renato Borges, do MBL, diz que falas de Chico Pinheiro são ‘retrato da nossa elite’

Jovem coordenador do Movimento Brasil Livre no Rio de Janeiro publicou vídeo na última terça-feira (24) a respeito das declarações do jornalista Chico Pinheiro de que “direitista pobre é burro”

- Publicado no dia
Renato Borges é coordenador municipal do MBL no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Facebook)

Coordenador do MBL no Rio de Janeiro, o jovem professor Renato Borges posicionou-se na última terça-feira (24) a respeito da polêmica declaração do jornalista Chico Pinheiro de que “direitista pobre é burro”. Em vídeo publicado na página estadual do MBL, o ativista teceu críticas à elite representada por “artistas e jornalistas” que “vivem numa torre de marfim” e que fazem pouco caso da população.

“Você, que é mais conservador, que prefere viver sua vida de acordo com os valores da moral judaico-cristã, você é um completo idiota na concepção de Chico Pinheiro. Ou você, trabalhador humilde, que conquista seu dinheiro suado e não quer vai mais e mais ainda para o bolso de políticos corruptos, você também é um completo idiota”, comentou Borges, complementando que “esse é o retrato da nossa elite de artistas e jornalistas que vivem numa torre de marfim completamente desconectados da realidade”.


PUBLICIDADE


Para o coordenador do MBL, a maioria da população mais pobre é, na verdade, simpática a ideias liberais e conservadoras. “Não faria muito sentido o contrário. Eu não entenderia muito se a maioria dos mais pobres fosse de esquerda, quisesse mais impostos ou quisesse ser mais dependente do estado, querendo que fosse maior do que ele já é. E isso não é coisa da minha cabeça não. A gente teve um exemplo muito claro disso nas eleições municipais [do Rio de Janeiro] do ano passado, quando o senhor Marcelo Freixo, do PSOL, teve mais votos dos bairros mais ricos.”

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também