Alckmin diz em evento do ‘PSDB Esquerda Pra Valer’ que liberalismo completo é a incivilização

O governador de São Paulo e possível presidenciável defendeu que o liberalismo puro é contra a civilização e sustentou a importância da social democracia

- Publicado no dia
(Foto: Ernesto Rodrigues / Folhapress)

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), está se projetando como um dos mais prováveis nomes para concorrer à presidência da República pelo partido em 2018. Muitos analistas acreditavam que ele tentaria conversar com liberais e conservadores. No entanto, sua participação em evento organizado pelo Movimento PSDB Esquerda Pra Valer sugere que ele seguirá por outro caminho.

O “PSDB Esquerda Pra Valer” defende que a legenda seja mais fiel às premissas sociais democratas e sustente uma presença maior do intervencionismo estatal, além de ser bastante crítico ao prefeito João Doria, que foi apoiado por Alckmin. Em encontro realizado no último dia 19, o governador afirmou que o “liberalismo completo” é uma ameaça aos princípios da civilização.


PUBLICIDADE


“O laissez-faire, o liberalismo completo, é a incivilização. Porque é o grande comer o pequeno. O rico esmaga o pobre”, afirmou. O Estadão avaliou que o gesto visa “resgatar os valores originais” do PSDB, “apostando no investimento em políticas sociais”, com vistas a se diferenciar de candidatos “com discurso de direita”, como seriam o próprio Doria, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ou o deputado Jair Bolsonaro, bem como “herdar os votos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva caso o petista seja impedido de disputar as eleições do ano que vem”.

“Não tem economia moderna sem consumo nem salário ou renda. Não existe isso. Nós temos que ter um foco na inovação e outro na questão social. Aí vem a social democracia”, frisou Alckmin. “Você contrapõe a questão civilizatória” insistindo em uma política de livre mercado “porque você tem que ter regras de convívio social. O grande não pode pisar em cima do pequeno. Tem que ter um mínimo de regras”. A plateia ligada ao movimento aplaudiu o discurso. Confira um dos trechos mais importantes no vídeo:

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também