MBL-RJ elogia Leandro Lyra, do NOVO, por projeto contra privilégio de servidores

Núcleo local do MBL considerou a medida “mais um belo gol do vereador Leandro Lyra”; projeto prevê o fim da cessão do ponto facultativo para servidores municipais para acabar com privilégios e ineficiência

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/Facebook

O Movimento Brasil Livre manifestou-se de maneira favorável ao projeto do vereador Leandro Lyra (NOVO), do Rio de Janeiro, que pretende acabar com os pontos facultativos para os servidores municipais.

De acordo com a publicação feita na página do Facebook do MBL local, trata-se de “mais um belo gol na atuação do vereador Leandro Lyra na Câmara Municipal do Rio de Janeiro”.

O projeto

O vereador Leandro Lyra, primeiro político eleito pelo Partido Novo no Rio de Janeiro, protocolou no dia 20 de setembro um projeto que prevê o fim da concessão de pontos facultativos aos servidores municipais da cidade. Pela justificativa do vereador, a medida acaba servindo como privilégio do funcionalismo, posto que os trabalhadores da iniciativa privada costumam trabalhar nas datas.


PUBLICIDADE


Lyra também considerou que os pontos facultativas ajudam a tornar a máquina pública mais ineficiente, citando como exemplos a paralisação de órgãos municipais que frequentemente precisam dar respostas aos cidadãos.

“Veja o caso do cidadão que precisa realizar uma consulta à Secretaria de Conservação ou de outro que aguarda a resposta de um processo na Secretaria de Urbanismo para iniciar uma obra. […] Reflita sobre as constantes reclamações acerca da morosidade da máquina pública, e como que isto se relaciona com um dia a menos de trabalho, no dito ‘ponto facultativo'”, explicou.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também