Rufino responde se quer ser candidato ao Senado em SP e elogia o NOVO

Empreendedor que começou a carreira como catador de latas comentou sobre o partido e recebeu aplausos

- Publicado no dia
Foto: Reprodução / Facebook

O empreendedor Geraldo Rufino foi laureado nesta sexta-feira com o Prêmio Liberdade Empresarial no 8º Fórum Liberdade e Democracia em Belo Horizonte. Ele também teve a oportunidade de ministrar uma palestra onde relatou sua trajetória de vida e de responder uma pergunta sobre seu interesse em ser candidato ao Senado em São Paulo pelo Partido Novo.


PUBLICIDADE


“Eu sempre gostei da politica. Mas acima da politica, tem a família. Agora minha mulher deixou”, brincou o dono da JR Diesel, emendando que começou colaborando na campanha de João Doria à prefeitura de São Paulo. “Trabalhei [ano passado] um ano pra campanha [à prefeitura de São Paulo] do [João] Doria. Porque acreditava na pessoa do Doria. Mas nunca me simpatizei com siglas, não simpatizava com a sigla dele [PSDB]. Mas entendia que ele faria um bom exemplo para o país. Dever cívico. E acabou dando certo”.

Em seguida, o empresário relatou que ficou encantado com o Partido Novo. Nesse momento, foi aplaudido pela plateia. “Mas, depois de tanto fazer, fazer, fazer, de repente apareceu uma uma sigla chamada Partido Novo. De gente diferente. Eu estou muito feliz de estar lá. Lá tem gente patriota, empreendedores, professores, pessoas engajadas, comprometidas, com propósito. Pessoas que não estão pensando com o próprio umbigo. Que querem criar simplicidade. Em tirar as travas. Lá tinha tudo o que eu precisava pra fazer diferença na politica”, elogiou.

Confirmando o interesse em ser candidato ao Senado, o empreendedor disse que ficou bastante surpreso ao saber que até ele deveria participar do processo seletivo para a escolha de candidatos. “[Depois de conhecer o partido] fiquei mais feliz ainda em saber que tinha um processo seletivo, e que eu tinha que fazer mesmo sendo amigo do presidente. Ali era sério. É tudo o que eu queria. Realização. Eu quis trabalhar meu crescimento. Então, sim, estou postulando um cargo do Senado em São Paulo. Mas, acima disso, meu proposito maior é o Brasil. Eu acredito na sigla. Mas acredito na mudança. Eu não faço mais que a minha obrigação de ir la contribuir.”

Boletim da Liberdade chegou a noticiar em julho a participação de Geraldo Rufino no primeiro processo seletivo do partido. Dentre as propostas que o empreendedor pretende defender nas eleições, está o fim da estabilidade dos concursos públicos. O empresário também chegou a ser tema de um vídeo institucional do partido feito em maio.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também