‘Doria adotou a postura de um político tradicional’, observa Amoêdo, do NOVO

Fundador e ex-presidente do NOVO, João Amoêdo concedeu uma entrevista ao portal ‘Veja.com’, falou sobre a possibilidade de se lançar candidato à presidência e comentou a perspectiva eleitoral para 2018

- Publicado no dia
Foto: Reprodução Facebook

Em entrevista concedida ao portal Veja nessa quarta-feira (20), o fundador e ex-presidente do Partido Novo João Amoêdo foi instado a comentar sobre João Doria. Para Amoêdo, que reafirmou a possibilidade de apresentar uma pré-candidatura à presidência pela legenda que criou, Doria tem sido um bom prefeito, mas passou a adotar uma postura de “político tradicional” ao longo dos últimos meses.

“Eu acho que ele está fazendo uma boa gestão como prefeito. Começou forte, resolvendo algumas coisas importantes, como fila de hospitais. Mas, recentemente, ele adotou muito a postura de um político. Um político tradicional. Que é deixar um pouco de lado a agenda da cidade, a agenda da gestão – que é o compromisso que ele tem com quem o elegeu. E começou a pensar muito já na campanha política [para presidente]”, opinou.


PUBLICIDADE


Em seguida, Amoêdo sugeriu que o prefeito de São Paulo “deveria voltar para o dever de casa da gestão da cidade”. Em relação ao discurso de Doria de representar algo “novo”, Amoêdo observou que o “novo” representa práticas novas.

“O que incomoda a população em geral é uma característica do político de pensar só em si. Da prioridade ser só o projeto dele. Ser ‘novo’ é fazer algo de diferente. É não ter como prioridade o seu projeto. Qualquer um que, mesmo se dizendo ‘novo’, caminhe com essa postura, não será visto como ‘novo’ pela população”, comentou.

Assista abaixo a entrevista na íntegra:

+ NOVO comemora dois anos de registro no TSE com vídeo institucional: assista

+ Doria defende abertamente privatização da Petrobras e fusão da Caixa com o BB

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também