General admite possibilidade de intervenção militar no país e gera reações

O general Antonio Hamilton Mourão afirmou que o “alto comando do Exécito” avalia a crise política e que poderia entrar em ação caso o Poder Judiciário não resolva o que chamou de “problema político”

- Publicado no dia
Foto: Diego Vara – 28.abr.2014/Agência RBS/Folhapress

O general Antonio Hamilton Mourão, secretário de economia e finanças do Exército Brasileiro, fez uma colocação polêmica durante uma reunião do Distrito Federal ocorrida na última sexta-feira (15). No vídeo, o militar cogita que existe uma possibilidade de as forças armadas intervirem no país caso o Poder Judiciário “não solucione o problema político”, em provável referência aos escândalos de corrupção revelados pela Operação Lava Jato.

O militar afirmou também que esse tipo de imposição não seria fácil e que o “alto comando do Exército” avalia que ainda não é o momento de aproximação. Apesar disso, Mourão afirmou que um momento decisivo pode ocorrer após “aproximações sucessivas”. “Se tiver que haver, haverá [ação militar]. Mas hoje nós consideramos que as aproximações sucessivas terão que ser feitas”, disse.


PUBLICIDADE


A polêmica em torno das declarações do general se devem, sobretudo, ao fato de ele estar na ativa e ocupar cargo relevante nas Forças Armadas. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o militar está no Exército desde 1972 e no passado teria também tecido críticas ao governo Dilma Rousseff.

Ainda segundo o jornal, após tomar ciência das declarações, o ministro da Defesa Raul Jungmann teria pedido “explicações ao comandante do Exército” sobre a fala de Mourão. Em nota divulgada pelo ministério, já foram discutidas “medidas cabíveis a serem tomadas” contra o militar.

Luciano Henrique Ayan, ligado ao Movimento Brasil Livre, comentou em seu perfil no Facebook que “intervencionismo é o modo de pensamento mais desmotivador para a luta política que há” e que o general “pisou na bola”. “Considere o cenário onde temos vários times pensando em obter o título. Podemos esperar que aquele time apostando todas as suas fichas no tapetão vai se esforçar menos para vencer no campo”, escreveu. Já o deputado federal Jair Bolsonaro, pré-candidato à presidência da república pelo PEN/Patriota, compartilhou o vídeo em sua fanpage no Facebook, mas não teceu qualquer comentário.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também