Instituto Liberal de São Paulo publica furo sobre fraude de tweet na Globo

Uma mensagem havia sido atribuída à conta de uma usuária canadense do Twitter, que nega ter realmente publicado o texto divulgado pelo Fantástico

- Publicado no dia
Publicação original da Caneta Desesquerdizadora (Foto: Reprodução / Facebook)
Publicação original da Caneta Desesquerdizadora (Foto: Reprodução / Facebook)

O Instituto Liberal de São Paulo publicoureplicando da página de Facebook Caneta Desesquerdizadora, uma notícia que arranha de forma sensível a imagem da Rede Globo. De acordo com a apuração do instituto, um tweet, que havia sido veiculado no programa Fantástico, teve autoria falsamente atribuída a uma usuária canadense do Twitter.

Segundo o ILISP, Amanda Rose, proprietária da conta @Amanda, confirmou, inclusive em publicação no próprio perfil na rede social, que nunca escreveu o texto que o Fantástico lhe atribuiu. O texto diria: “Dr. Paulo é a prova de que existe gente boa no mundo. Já Donald Trump é um embuste de primeira! Como alguém vota em alguém assim?”. “Dr. Paulo” é uma referência a uma matéria veiculada anteriormente no programa.

O ILISP resumiu: “a Rede Globo inventou a mensagem e cometeu falsidade ideológica ao atribuí-la falsamente a um autor”. Amanda, em seu Twitter, disse que nunca imaginou estar no meio de uma situação como essa na vida, recebendo questionamentos de tantos brasileiros sobre um texto que nunca escreveu.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também