Paulo Rabello de Castro diz em entrevista que BNDES fará “seis anos em seis meses”

Presidente da instituição conhecido no meio liberal pela obra “O Mito do Governo Grátis, ele atraiu críticas pelas declarações publicadas no Estadão

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Luiz Maximiano - VEJA)
(Foto: Reprodução / Luiz Maximiano – VEJA)

Paulo Rabello de Castro é mais conhecido no meio liberal pela obra “O Mito do Governo Grátis”. Recentemente organizou, junto a Ives Gandra Martins, a obra “Lanterna na Proa: Roberto Campos Ano 100”. O Boletim da Liberdade publicou um perfil completo quando ele assumiu a presidência do BNDES, mencionando suas relações com o Instituto Millenium e o Instituto Atlântico. Uma matéria do Estadão publicada no último dia 7, porém, despertou reações negativas no meio liberal.

A matéria começa dizendo que o setor empresarial estaria criticando a equipe dirigida por Maria Silvia Bastos pela dificuldade na liberação de financiamentos, e o BNDES “sinaliza uma virada nessa postura”. O presidente teria declarado que o lema do banco agora é “fazer seis anos em seis meses”, pregando a “adoção de medidas que, acredita, vão acelerar o processo de concessão de crédito”. A matéria faz a ressalva de que o foco seriam as micro, pequenas e médias empresas, “mas, segundo Rabello, o BNDES não fechou as portas para as grandes companhias”.

O presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (FIESP), Paulo Skaf, já havia defendido a reanimação da economia através do fomento fornecido pelo banco. Uma das vozes que criticaram a atitude foi a do economista e colunista da IstoÉ e da Gazeta do Povo, Rodrigo Constantino. “É triste ver um até então liberal se transformando num JK em dias. No encontro do poder com o liberal, normalmente é o poder que vence”, ele disse, criticando a nova política. Diretora do Instituto Liberal do Nordeste, a economista Cibele Bastos também lamentou: “Dê um real, mas não dê a presidência do BNDES (cargo político também). Até liberal vira casaca. Que decepção, Paulo…”.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também