Processo seletivo do NOVO é destaque na revista EXAME

Matéria contém declarações do próprio João Amoedo e detalha a proposta do NOVO e as diferentes etapas que compõem o seu processo seletivo

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Facebook)
(Foto: Reprodução / Facebook)

O NOVO é um partido que se orgulha de sua metodologia interna diferenciada. Um dos aspectos dessa metodologia, o processo seletivo, foi tema de longa matéria na revista EXAME, sob o título “O curioso método do partido Novo para escolher seus candidatos”, publicado no último dia 26 de junho.

A matéria começa com uma frase do próprio presidente do partido, João Amoedo: “O Brasil tem bons políticos. Eles só precisam ser descobertos para ver que política é sim para qualquer cidadão”. Essa seria a premissa do NOVO: buscar pessoas de valor com potencial para ingressarem ao mundo político, mas “sem histórico no ramo”.

A partir daí, o texto começa a apresentar o processo em si, dividido em quatro etapas. A primeira seria a análise curricular, juntamente com um teste de vinculação aos valores da sigla. A segunda, uma sabatina feita por cinco membros, demandando três votos favoráveis ao avanço para a fase seguinte. Então, o pré-candidato marca presença em eventos e deve atrair novos filiados ao partido, culminando em uma fase final de preparação para campanha eleitoral.

Incluindo ainda comentários do vereador Felipe Camozzato, eleito pelo partido em Porto Alegre – ele diz que o NOVO chamou sua atenção ao investir na profissionalização de sua gestão interna -, e de Eduardo Lazzari, doutor em Ciências Políticas, que acredita que o modelo do NOVO não pode ser adotado pelos partidos maiores. Contém também gráficos mostrando que, entre os 460 inscritos no processo, 65 são mulheres e 395 são homens, sendo que a formação mais comum é em Direito (20%). Também é possível ver os estados em que o Partido Novo efetivamente atua hoje em dia.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também