Ex-NOVO, Roberto Motta pode estar de mudança para o PSL/Livres

Engenheiro carioca era, além de um dos fundadores, uma das principais lideranças do NOVO; ele acabou abandonando o partido, no entanto, após ver frustrada sua tentativa de ser candidato à prefeitura do Rio

- Publicado no dia
Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

O engenheiro carioca Roberto Motta, um dos fundadores e, até ano passado, também uma das principais lideranças do Partido Novo, pode estar de mudança para o PSL/Livres. A informação foi repercutida na Folha de S. Paulo e confirmada nas redes sociais da legenda.

Se confirmada, sua filiação abre uma janela de especulações quanto a uma possível candidatura em 2018. Segundo fontes ouvidas pelo Boletim, Motta teria especial interesse em concorrer a cargos majoritários, como governador ou senador. Apesar disso, há quem compreenda que ele possa ter um papel decisivo para somar votos à nominata em áreas de grande influência do Partido Novo, como Ipanema e Leblon, na Zona Sul do Rio.

+ Carmen Migueles, a primeira candidata do Partido Novo a um cargo executivo, abre o jogo em entrevista ao Boletim

Personalidade Forte

Motta saiu do NOVO após ver frustrado o seu desejo de se candidatar à prefeitura do Rio. Em 2016, o processo seletivo interno do partido acabou dando vitória à professora Carmen Migueles. Insatisfeito, iniciou um movimento para que a convenção tivesse a palavra final sobre o candidato que concorreria ao cargo, mas acabou não obtendo êxito. Ao final, Migueles foi confirmada candidata e conquistou 38.512 votos – ou cerca de 1,27% do eleitorado carioca.

De personalidade forte, com palestras cativantes, Motta cavou seu espaço dentro do Partido Novo e foi um dos grandes responsáveis pelo crescimento da legenda no Rio. Com um discurso associado à segurança pública e crítico à esquerda, publicou em 2016 o livro Ou ficar a pátria livre: ideias para o bom combate contra pilantras, tiranos e populistas e o monopólio ideológico da virtude.

Ainda em 2016, já fora do NOVO, apoiou um candidato do PSDB à vereador do Rio de Janeiro: Miguel Arraes, que foi eleito suplente e acabou, depois, assumindo o posto.

PSL/Livres divulgou a filiação de Roberto Motta (Foto: Reprodução/Instagram)
PSL/Livres divulgou a filiação de Roberto Motta (Foto: Reprodução/Instagram)

Editado às 13h13: O Boletim está confirmando a informação da filiação.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também