Pedro Duarte assina pré-candidatura a deputado estadual no RJ pelo PSDB

Bacharel em direito pela PUC-Rio e um dos fundadores do ‘Renova PSDB’, Duarte dá início à corrida eleitoral ao anunciar pré-candidatura e deixa claro que pretende insistir na carreira política

- Publicado no dia
Pedro Duarte e João Doria (Foto: Reprodução / Facebook)
Pedro Duarte e João Doria (Foto: Reprodução / Facebook)

As articulações para as eleições de 2018 já estão a todo vapor. No Rio de Janeiro, o jovem Pedro Duarte, que foi candidato a vereador em 2016, divulgou ontem (1) nas redes sociais a ficha de assinatura preenchida formalizando sua pré-candidatura a vaga de deputado estadual pelo PSDB no estado. O anúncio, dado com bastante antecedência, há mais de um ano para o pleito, pegou muitos de surpresa e foi elogiado por personalidades relevantes do ecossistema pró-liberdade.

Duarte é um dos líderes da corrente “Renova PSDB”, criada em 2017 com o objetivo de inspirar a legenda social-democrata nas lutas em defesa da liberdade. Mesmo no Rio, a corrente tem como inspiração os prefeitos João Doria e Nelson Machezan, de São Paulo e Porto Alegre, respectivamente.

+ “Sempre quis ser político e meu plano para 2018 é ser candidato”, diz Arthur do Val, do canal ‘Mamãe Falei’

+ Conheça a ousada estratégia eleitoral do NOVO – e as oportunidades que ela cria

Em 2016, quando foi candidato, Duarte obteve, apesar da equipe enxuta, quase 5 mil votos, contando com o endosso de influenciadores como o analista político Rodrigo Constantino.

A trajetória de Pedro Duarte na defesa das ideias da liberdade no Rio, porém, é antiga. Ex-membro do Estudantes Pela Liberdade, Duarte também foi presidente do DCE da PUC-Rio, uma das principais universidades do país. Na sua gestão, a entidade promoveu a pluralidade e, de modo combativo, afastou-se da UNE após denunciar seu elevado grau de partidarismo.

Outros estados

Como já antecipado em outras publicações deste Boletim, alguns nomes representativos que também devem ser candidatos pelo país são Fabio Ostermann (PSL/Livres), no Rio Grande do Sul, provavelmente para deputado federal; e, em São Paulo, Kim Kataguiri e Arthur do Val para disputar, respectivamente, cadeiras de deputado federal e estadual. No Nordeste, é esperada outra candidatura do professor Rodrigo Saraiva Marinho (PSL/Livres), provavelmente para a Câmara dos Deputados.

+ “Se ele decidir concorrer, meu candidato em 2018 será o Kim Kataguiri”, diz Holiday, em entrevista ao Boletim

+ “O meu horizonte é ser candidato a deputado federal em 2018”, diz Fabio Ostermann, do PSL

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também