Arthur do ‘Mamãe Falei’ flagra ativistas ‘pouco espontâneos’ defendendo Lula

Um dos principais youtubers do ecossistema pró-liberdade, Arthur do Val esteve em Curitiba questionando militantes que estavam nas ruas para dar apoio ao ex-presidente e quase foi roubado

- Publicado no dia
Foto: Reprodução / Youtube
Foto: Reprodução / Youtube

O youtuber Arthur do Val, dono do canal “Mamãe Falei”, viajou para Curitiba nesta quarta-feira (10) para acompanhar as mobilizações feitas em defesa do ex-presidente Lula, que esteve na cidade para depor ao juiz Sergio Moro. Durante as gravações, ele flagrou ativistas que pareciam desconhecer o que defendiam e quase acabou sendo agredido.

Muitos manifestantes reconheceram ter ído de graça às mobilizações. Houve até quem, por meio de perguntas simples feitas por Do Val, admitisse que o próprio esquema do Mensalão, protagonizado pelo PT, também fosse um golpe à democracia. Dois jovens que trajavam uma camisa com estampas do terrorista Carlos Marighella, curiosamente, não sabiam de quem se tratava – no que foram ordenados, durante a gravação, a pararem de conceder entrevista ao canal, indício de que estavam recebendo orientações superiores.

Como de costume, Do Val também foi xingado como “porco nazista” e “misógino” pelos ativistas alinhados ao PT. Durante a gravação, um militante em defesa de Lula também tentou roubar a câmera de Arthur do Val, que precisou correr para evitar perder o equipamento.

Até o fechamento desta matéria, o vídeo no YouTube já havia batido mais de 215 mil visualizações.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também