Gabinete de Fernando Holiday, em São Paulo, é invadido e polícia é acionada

Vídeo mostra o momento da invasão ao escritório do vereador e da chegada da polícia para conduzí-lo à delegacia; assessores desejam representar criminalmente contra o ataque devido a ameaça

- Publicado no dia
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O gabinete do vereador Fernando Holiday (DEM/SP), uma das principais lideranças do Movimento Brasil Livre, foi invadido nesta terça-feira (2). Um militante adversário teria destravado as portas do escritório e, ao entrar, conferido o que os funcionários de Holiday estavam acessando nos computadores, além de insultá-los. A ação foi filmada e, em seguida, a polícia acionada.

Em determinado momento, o invasor fez uma ameaça à equipe de Holiday, dando a entender que essa ação daria início a uma espécie de “fiscalização” da periferia: “A partir de hoje, a periferia vai fiscalizar esses mandato (sic), esses vereador (sic) que não sabe de nada!”

No Boletim da Ocorrência ao qual o Boletim teve acesso, os assessores de Fernando Holiday relataram a invasão e informaram que se sentiram “ameaçados e moralmente ofendidos” pelas ilações de que eles não estariam trabalhando. Manifestaram ainda o desejo de “representar criminalmente” os autores do ato, solicitando a instauração de inquérito policial.

Ainda não está esclarecido o que motivou o ataque à Holiday, se o invasor tem filiação partidária ou se estaria à mando de alguma outra liderança política. Essa não teria sido a primeira vez que tentaram invadir e constranger a atuação de Fernando Holiday na Câmara de São Paulo.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também