Fernando Holiday é eleito para presidir Comissão da Criança e do Adolescente

O vereador do DEM-SP, coordenador nacional do Movimento Brasil Livre, pretende suscitar pautas como o Escola Sem Partido e a ideologia de gênero

- Publicado no dia
(Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
(Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O vereador de São Paulo, Fernando Holiday (DEM), coordenador nacional do Movimento Brasil Livre, adicionou novo capítulo ao seu já promissor histórico de tensões com as esquerdas. Ele foi eleito para a presidência da Comissão da Criança e do Adolescente – e já prometeu trazer à tona temas indigestos para os seus adversários, segundo a revista EXAME.

“Pretendo trazer alguns assuntos para serem discutidos na comissão. Dentre eles, a ideologia de gênero. Como as crianças de São Paulo estão lidando com isso, se é algo que lhes está sendo imposto, a partir de qual idade isso está sendo discutido, se está sendo discutido… Enfim, todos os fatores que envolvem essa questão”, afirmou ele, acrescentando em seguida que o Escola Sem Partido também está na sua pauta. “É algo que envolve diretamente o Estatuto da Criança e do Adolescente. Teremos algumas audiências públicas nesse sentido, além de outras que poderão ser discutidas pelos outros vereadores”.

Como esperado, houve reações à eleição de Holiday. Uma delas, mencionada pela EXAME, a do coordenador da Comissão da Criança e do Adolescente do Conselho Estadual de Direitos Humanos (Condepe), Ariel de Castro Alves, para quem a posse do vereador no cargo é algo “lamentável e vergonhoso”, pois suas ideias – como “a redução da maioridade penal, o fim das cotas raciais e o projeto ‘escola sem partido'” – estariam “na contramão” das causas que defensores de crianças e adolescentes deveriam apoiar.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também