PSL/Livres faz programa de TV criticando universidades gratuitas para ricos

O vídeo falou ainda de ditaduras e carteis de transportes; a iniciativa se insere em uma série de veiculações da corrente renovadora do PSL nos comerciais de TV

- Publicado no dia

A corrente renovadora do Partido Social Liberal, designada de Livres, divulgou mais um programa eleitoral em cadeia nacional para apresentar os princípios que o partido deve abraçar. Desta vez, a crítica foi direcionada às universidades gratuitas para ricos.

Apresentado por Karla Falcão, graduada em História que foi candidata à vereança de Recife pelo partido, e Marcos Teisant, coordenador local do Students For Liberty, o vídeo começa questionando o apreço por ditadores de qualquer viés ideológico, passa pela defesa da abertura de mercado na área de transportes e termina com o questionamento ao sistema universitário. Dizem eles: “Quem defende a democracia não tem ditador de estimação. Quem quer qualidade no transporte, não alimenta o cartel de ônibus ou táxi. Defende abertura de mercado. Quem quer mais educação para quem não tem oportunidade não defende universidade grátis aos ricos. Leva escola privada aos pobres.”

Confira o vídeo:

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também