Ex-IMIL, Paulo Uebel, secretário de Doria, quer reduzir mais de 1,5 mil portarias

Esforçam visam a redução e a simplificação de regras na Prefeitura de São Paulo; antes da secretaria, Uebel já foi diretor-executivo do Instituto Millenium, fundador do IFL-MG e IFL-SP e CEO do LIDE

- Publicado no dia
Foto: Reprodução / LinkedIn
Foto: Reprodução / LinkedIn

O advogado Paulo Uebel, ex-diretor executivo do Instituto Millenium e atual secretário de gestão da Prefeitura de São Paulo, anunciou em seu Facebook no último dia 18 a revogação de 239 portarias de sua pasta.

“Tão importante quanto criar novas regras, é simplificar, atualizar e melhorar as regras já existentes”, explicou Uebel, que também anunciou que até o fim de maio, das 1,6 mil portarias, restarão apenas 30.

“A [portaria] mais antiga era de 1977. Com mais racionalidade, clareza e transparência, a vida de todos ficará mais fácil. Menos burocracia e mais eficiência, é o que todos esperam dos governos”, explicou.

Durante a gestão de Uebel no IMIL, entre 2008 e 2011, o instituto carioca lançou a nova versão do clássico de Ayn Rand, A Revolta de Atlas. Ele também foi fundador do Instituto de Formação de Líderes de Minas Gerais e de São Paulo, além de CEO do LIDE, organização fundada por João Doria que reúne lideranças de todo o país periodicamente.

Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook
Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também