Partido NOVO publica crítica a manchete de jornal de Campo Grande em sua página

O partido não concordou com a afirmação de que estaria cobrando para lançar candidatos, alegando que essa expressão insinua que a legenda adota uma “lógica de balcão de negócios”

- Publicado no dia
Print da matéria do jornal divulgada pelo NOVO. (Foto: Reprodução / Facebook)
Print da matéria do jornal divulgada pelo NOVO. (Foto: Reprodução / Facebook)

O Partido NOVO se manifestou em seu perfil no Facebook, em publicação na última segunda-feira, sobre uma manchete de matéria publicada pelo jornal Correio do Estado, de Campo Grande.

A matéria menciona que o partido já tem 150 filiados em Mato Grosso do Sul, e a meta é conseguir mil até o fim do ano, além de destacar corretamente que “entre as bandeiras defendidas pelos seus integrantes está o livre mercado e a redução do papel do Estado na vida da população”. O problema ficou por conta da manchete: o jornal estampou que “Partido Novo cobra para lançar candidato”.

Segundo a publicação do partido, “cobrar ‘para lançar candidato’ seria uma lógica de balcão de negócios, uma reprodução da velha política, como se o dinheiro estivesse acima da competência e capacidade”. Ainda de acordo com o texto, a legenda, “que não usa dinheiro público para financiar suas atividades, precisa de recursos voluntariamente investidos para realizar seu processo seletivo”.

O NOVO concluiu: “além do mais, todo filiado é uma pessoa disposta a contribuir com a consolidação desse projeto”, e convidou os leitores a cadastrar e-mails no site novo.org.br/cadastro e baixar o aplicativo exclusivo do partido para conhecer em primeira mão as novidades sobre o processo seletivo para 2018.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também