Oito anos do Instituto Mises Brasil é citado em coluna do Estadão

Jornalista Sonia Racy destaca que o IMB já vendeu 100 mil exemplares de livros, que também já foram baixados gratuitamente 1 milhão de vezes em seu site

- Publicado no dia
Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

A coluna Na Frente, editada pela jornalista Sonia Racy no jornal O Estado de S. Paulo, publicou ontem (23) uma nota relativa aos oito anos do Instituto Mises Brasil. Segundo ela, o IMB já vendeu 100 mil exemplares de livro, além de já ter atraído 1 milhão de downloads gratuitos das 61 obras disponibilizadas no site.

Fundado em 2008, o IMB é um dos mais importantes think tanks liberais do Brasil. Segundo o levantamento feito por este Boletim, era o instituto liberal mais popular no Facebook em novembro, com quase 240 mil seguidores. Dentre as atividades desempenhadas pelo IMB, há também a produção da Revista Mises, que reúne artigos acadêmicos em diversas áreas do conhecimento, além de cursos de pós-graduação em Escola Austríaca.

Hoje, no Google, o termo “mises” é mais procurado do que o termo “keynes”, prova certamente do trabalho do Instituto Mises Brasil na difusão da obra do economista austríaco.

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail


Leia também